Presidente do SINDARSPEN faz inspeção em unidades penais do Paraná



O ano de 2020 começou com uma agenda intensa no SINDARSPEN. Na semana passada, o presidente do Sindicato, Ricardo Miranda, iniciou uma agenda de visitas às unidades penais do Paraná, com o objetivo de conversar com a categoria e checar as condições de trabalho dos policiais penais.

Na primeira semana, foram visitadas cinco unidades em duas cidades: Penitenciárias Estaduais de Londrina I e II, Casa de Custódia de Londrina, Penitenciária Estadual de Maringá e Casa de Custódia de Maringá. "A ideia é que façamos essas visitas periodicamente, levantando as demandas dos policiais penais em todo o Paraná”, esclarece Miranda.

Entre as principais questões levantadas pelos servidores, está a falta de segurança nos locais de trabalho. A reclamação é resultado de vários problemas que vão desde a falta de efetivo, até a imposição de algumas chefias para que os policiais descumpram o Caderno de Segurança do DEPEN.  

Há também uma série de reclamações pontuais, como na PEL II, onde a direção da unidade queria alterar o horário dos servidores para atender a empresa do canteiro de trabalho dos presos.

Nesta semana, Ricardo vai estar na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão (PEFB) e até o final de janeiro ele irá às unidades de Cascavel e Foz do Iguaçu. Em fevereiro e março, as inspeções serão nas unidades de Ponta Grossa, Guarapuava, Cruzeiro do Oeste e nas unidades que ficaram pendentes em Maringá e Londrina. Nos intervalos de cada viagem, o presidente irá nas 11 unidades localizadas na Região Metropolitana de Curitiba.

“Em 2020, vamos intensificar esse corpo a corpo a com a nossa categoria. Ouvir a base é fundamental para que nosso trabalho à frente do Sindicato seja exitoso”, afirmou Ricardo.