Sindarspen defende que contratações PSS sejam para unidades já existentes e defende concurso urgente



O último concurso para policiais penais (antigos agentes penitenciários) realizado pelo Governo do Paraná aconteceu em 2013.  O Sindicato dos Policiais Penais do Paraná (SINDARSPEN)  têm defendido, nos últimos anos, que seja realizado novo concurso para contratação efetiva de servidores com o objetivo de preencher o déficit de mais de 4 mil policiais penais. Porém, reconhece, neste momento de pandemia do coronavírus, a importância da realização do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação emergencial de guarda temporário prisional. Mas, alerta que as vagas a serem preenchidas sejam para unidades já existentes e não para as que serão inauguradas. 

O concurso via PSS a ser realizado, via inscrições e prova de títulos, a partir do dia 19 até o dia 29 de maio, se destina ao provimento de 1394 (mil trezentas e noventa e quatro) vagas a serem distribuídas em nove regiões do Paraná. “O número está longe de resolver a falta de efetivo que já passa de 4 mil vagas necessárias a serem preenchidas,” destaca Ricardo de Carvalho Miranda, presidente do SINDARSPEN.  Importante lembrar que há, por parte do governo, um anúncio de inauguração de novas unidades. Somando estas novas unidades, o número de policiais penais que deveriam ser contratados chega a mais de 6 mil.

Diante desta situação,  a posição do sindicato é que as vagas a serem preenchidas sejam de unidades já existentes e, que seja prevista a realização de concurso para efetivo. “Para este momento de pandemia, reconhecemos a necessidade da seleção emergencial via PSS. Mas, não é possível aceitar que estes novos servidores sejam alocados em novas unidades. Há falta de efetivo em grande parte das unidades penais já existentes. Com a possibilidade de contaminação do coronavírus, esta situação pode se agravar. Portanto, nossa posição é sempre pela realização de concurso que dará real segurança para o sistema penitenciário do Paraná,” alerta o presidente do sindicato.