Menu

“Os policiais penais não podem parar. Fiquem em casa por eles."


30/03/2020


Esta é uma campanha de conscientização sobre a importância dos trabalhadores que estão em serviços essenciais e não podem parar durante a pandemia do  coronavírus.

 

Com o avanço do novo coronavírus  que começou a se espalhar em Wuhan, na China, e passou a ser transmitido em ritmo acelerado em outros países e continentes, o mundo está em estado de alerta - ainda mais após a declaração de situação de pandemia, decretada pela Organização Mundial da Saúde - OMS. São mais de 21 mil mortes no mundo e 465.915 casos confirmados, de acordo com a OMS. Os números altos são consequências de medidas rígidas tardias, como o isolamento social, dos países que apresentavam crescente número de casos.  

Em tempos de pandemia, diferentemente da maioria das profissões, a Polícia Penal não pode parar. Esta é uma das atividades consideradas essenciais em momentos como este.  Enquanto todos os cidadãos são convocados a ficarem em isolamento social para diminuir a curva do contágio, o policial penal tem a missão de continuar trabalhando. As prisões são ambientes de grande aglomeração de pessoas presas sob a responsabilidade dessa classe de trabalhadores. Por isso, ainda que o país pare, os policiais penais precisam continuar trabalhando para garantir que o restante da sociedade possa ter tranquilidade social e ficar em casa, atendendo as recomendações das autoridades sanitárias.

O Estado, por sua vez, precisa proteger o trabalho de quem está na linha de frente dessa missão, oferecendo todas as condições de proteção e prevenção a estes profissionais, desde a disponibilização de materiais de higiene e proteção individual, até o estabelecimento de uma política de atenção à sua saúde, já que fazem parte de uma atividade profissional das que mais se expõe ao perigo de contágio no exercício do seu trabalho.

Esta é uma campanha de valorização e reconhecimento da importância dos policiais penais do Paraná, que tem se  mostrado tão essenciais nestes momentos de crise. A esse servidores, gratidão e reconhecimento por todo o profissionalismo demonstrado. Apesar de tantas situações adversas que permeia o trabalho nas penitenciárias, os polciais penais tem feito o máximo para cumprir sua missão institucional de continuar protegendo a sociedade. 

Fique em casa por nós!

Sindicato dos Policiais Penais do Paraná - SINDARSPEN


Tags: coronavírus, Paraná, sistema prisional, policiais penais, população