Menu

Em Brasília, SINDARSPEN participa de reunião na Casa Civil sobre Previdência

Proposta de regras diferenciadas para aposentadoria dos agentes foi apresentada
19/02/2019


Propostas para a Reforma da Previdência foram debatidas junto a Casa Civil do atual governo federal com a participação das entidades que compõem a União das Polícias do Brasil (UPB).  A reunião com o Secretário executivo da Casa Civil, Abraham Weintraub, foi articulada pela UPB que solicitou atenção a necessidade de tratamento previdenciário diferenciado para as profissões ligadas à segurança por ser atividade de risco. 

 O vice-presidente do Sindarspen, José Roberto Neves, participou da reunião representando a Associação  Nacional dos Agentes Penitenciários - AGEPEN-Brasil - e insistiu que os Agentes Penitenciários têm atividade de grande risco e desgaste na saúde e que devem ser contemplados com regras diferenciadas para sua aposentadoria, assim como os demais policiais e militares.

 Segundo o Secretário Abraham Weintraub, nada está definido ainda para os servidores policiais, pois poderá haver mudanças, mas que entende que os agentes penitenciários merecem regras específicas para previdência pela característica do seu trabalho.  Para Neves, “ a reunião pode trazer avanços a partir do momento em que o diálogo foi feito antes do fechamento do texto do projeto da Reforma que será encaminhado para o Congresso.”

A pauta central da reunião e a carta que foi entregue teve como objetivo tratar das propostas unificadas para defesa da aposentadoria dos trabalhadores da segurança pública no Brasil. “Não abrimos mão destas questões que são fundamentais: a aposentadoria diferenciada pela atividade de risco e em condições de aposentação com idade reduzida, haja vista os problemas relacionados à profissão, como, por exemplo, altas taxas de adoecimento do agente penitenciário, ” destaca o Neves.

O Secretário concordou com regras especificas para os agentes e policiais. Também se comprometeu em levar as propostas apresentadas para a formulação final do texto. Ficou ainda acertado diálogo direto da UPB  com a Casa Civil para tratar das especificidades aos integrantes da segurança pública na Nova Previdência.

 


Tags: