Menu

Leis de valorização à carreira foram o foco dos debates no Dia do Policial Penal

Evento virtual realizado pelo SINDARSPEN para celebrar a data debateu com parlamentares a importância da aprovação da regulamentação, do projeto de lei Lourival de Souza e do pagamento das promoções. Live também contou com homenagem aos servidores.
13/11/2020


A importância dos policiais penais para a segurança pública e os avanços necessários para a valorização da carreira foram o foco da live realizada pelo SINDARSPEN neste 13/11 para celebrar o Dia do Policial Penal no Paraná.

Neste ano, por causa da pandemia do novo coronavírus, a celebração precisou ser virtual e foi transmitida simultaneamente nas páginas do sindicato no Facebook e Youtube(clique num dos links e assista ao evento)

Na primeira parte da live, o primeiro secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado estadual Cláudio Romanelli (PSB), falou sobre que o Governo do Estado trabalha com a perspectiva de aprovação da regulamentação da Polícia Penal no Paraná ainda neste ano. Segundo o deputado, as expectativas são boas também para a aprovação do Projeto de Lei Lourival de Souza, que busca a implantação de um programa de auxílio, proteção e assistência aos policiais penais do Paraná ameaçados em decorrência da profissão. O projeto foi demandado pelo SINDARSPEN em setembro deste ano, após o covarde assassinato do agente Lourival Souza, em sua casa em Curitiba, depois de ameaças feitas por facções criminosas sem que o Estado fizesse nada para proteger a vida do servidor.

Romanelli também falou sobre o pagamento das promoções atrasadas para os servidores da segurança pública. Um decreto do governador já autorizou que essas promoções aconteçam mesmo no contexto de contingência financeira imposto pela pandemia. A luta, agora, segue para que a Procuradoria Geral do Estado (PGE) dê aval para a redistribuição das vagas na carreira dos agentes no QPPE. “Para isso, é preciso seguir esse caminho do diálogo e pressionando democraticamente para que as coisas se efetivem”, ressaltou o deputado.

Ricardo Miranda, presidente do SINDARSPEN, e o deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli

A segunda parte da live teve a participação do presidente da Frente Parlamentar pelo Sistema Penitenciário no Congresso Nacional, deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos/AM), que falou sobre o Projeto de Lei de sua autoria, que busca a regulamentação da Polícia Penal em âmbito nacional. “Não é possível hoje debater avanços para a segurança pública no Brasil sem falar na importância da Polícia Penal”, destacou o parlamentar.

O SINDARSPEN foi representando na live pelo presidente e vice-presidente da entidade, Ricardo Miranda e José Roberto Neves. A categoria também teve uma participação ativa com envio de mensagens durante todo o evento.

Deputados de vários partidos declaram apoio às pautas dos policiais penais

O reconhecimento da importância da pauta dos policiais penais também se fez presente na live por meio da participação de deputados estaduais de vários partidos, que enviaram vídeos de apoio aos projetos que atendem aos anseios da categoria.

Os apoios vieram do líder e do vice-líder do governo na ALEP, deputados Hussein Brakri (PSD) e Soldado Adriano José (PV); do presidente da Comissão de Direitos Humanos da ALEP, Tadeu Veneri (PT); e dos parlamentares Goura (PDT), Tiago Amaral (PSB), Professor Lemos (PT), Soldado Fruet (PROS), Delegado Recalcatti (PSD), Luciana Rafagnin (PT), Delegado Fernando Martins (PSL) e Arilson Chiorato (PT), além do primeiro da Mesa Diretora da Assembleia, Cláudio Romanelli (PSB), que também participou da transmissão ao vivo.

Homenagem aos Policiais Penais

Durante o evento, foi exibido ainda um vídeo contando a história da categoria no estado desde a época em que eram agentes de reclusão. Os avanços obtidos por esses servidores foram lembrados em depoimentos de vários agentes da ativa e também já aposentados, como Djanira Veloso.

O orgulho se ser policial penal foi ressaltado em depoimentos emocionantes, como dos membros da família Vieira, que tem cinco servidores atuantes no sistema penitenciário. “Os valores que aprendemos em casa, de respeito e união, levamos para o nosso trabalho”, ressaltou Paulo Vieira, que está na carreira há 24 anos. 


Tags: Dia do Policial Penal, Lei Lourival de Souza, promoções, regulamentação