Menu

Nota de repúdio ao apresentador Luciano Alves, da Tribuna da Massa, em Foz do Iguaçu


14/11/2019


Após mais um ataque do apresentador Luciano Alves ao conjunto de servidores penitenciários na região de Foz do Iguaçu, o SINDARSPEN fez um pedido de retratação amparado na Lei 13.188/2015, que dispõe sobre o direito de resposta de pessoas e instituições ofendidas em matéria divulgada, publicada ou transmitida por veículo de comunicação social.

Porém, a emissora não veiculou a nota. Nesse caso, tornamo-la pública:

O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná vem mais uma vez ao programa Tribuna da Massa solicitar direito de resposta quanto às acusações feitas a toda a categoria pelo apresentador Luciano Alves.

Na edição de 13/11, após noticiar a ação feita por agentes penitenciários e de cadeia na carceragem de Medianeira, na qual esses servidores em varredura fizeram apreensão de celulares no interior da unidade, Luciano Alves sugere que aqueles aparelhos voltarão às mãos dos presos por meio da corrupção de agentes penitenciários.

Numa fala generalizada, o apresentador coloca sob suspeição de corrupção todos que atuam na unidade, usando como base a também equivocada fala do coordenador regional do Departamento Penitenciário, Marcos Aparecido Marques, do início de outubro. Porém, Luciano omite que o próprio coordenador fez uma carta se retratando pela acusação leviana que fez contra os profissionais que atuam nas unidades da região.

Não é a primeira, segunda, nem terceira vez que o SINDARSPEN pede direito de resposta a esse mesmo programa exatamente pelo mesmo motivo.

Esperamos que Luciano Alves supere o preconceito que tem contra os servidores penitenciários e deixe de macular a imagem de trabalhadores que dia e noite se dedicam à segurança da população.

SINDARSPEN - Sinidcato dos Agentes Penitenciários do Paraná


Tags: direito de resposta, nota de repúdio