Excluídos das autorizações do governador, policiais penais com promoção atrasada há 3 anos fazem ato em Curitiba

Mobilização vai acontecer na segunda (30), no momento em que o sindicato da categoria será recebido pelo chefe da Casa Civil e secretário de Segurança Pública para tratar da questão



Os policiais penais do Paraná realizarão, na manhã da próxima segunda-feira (30), uma mobilização em frente ao Palácio Iguaçu para chamar atenção do Governo do Estado e da sociedade para a exclusão de um terço da categoria nos anúncios feitos pelo governador Carlos Massa Jr. autorizando o pagamento das promoções do funcionalismo público estadual.

Nos últimos dias, o governador anunciou a promoção de servidores de várias carreiras, incluindo os policiais penais (segundo o governador, seriam 1.251), porém, não falou como se dará essa promoção diante do impasse vivido por esses servidores há 3 anos.

Os policiais penais, antes chamados de agentes penitenciários, integram o Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE), cuja promoção só acontece a cada dez anos. Cerca 30% da categoria atingiu esse tempo em 2018, porém, até o momento, isso não foi pago porque as vagas dessa carreira estão distribuídas em três classes, só sendo possível ascender para a próxima se houver vaga nela.

A solução já apontada inúmeras vezes pelo SINDARSPEN está na redistribuição das vagas no QPPE. Atualmente, 60% delas estão na classe III, 20% na classe II e 20% na classe I, havendo um nítido gargalo no acesso à classe II.  Para dar efetividade para a promoção anunciada pelo governador, é preciso que ele assine um decreto permitindo essa redistribuição. Segundo informações já repassadas inúmeras vezes pelo titular da SESP, Coronel Rômulo Marinho, a pasta já tem os recursos para fazer o pagamento.

Há meses o tema vem sendo debatido entre o SINDARSPEN e o Governo. Após mobilizações dos policiais penais, o chefe da Casa Civil, Guto Silva, iniciou uma negociação com o sindicato no último dia 16. Nesta segunda, às 8h30, haverá o segundo encontro e os trabalhadores estarão novamente mobilizados em busca de uma solução para esse problema que se arrasta há 3 anos. Dessa vez, os servidores devem se mobilizar junto com suas famílias.

“Todas as outras carreiras da Segurança Pública estão com suas promoções em dia. Os servidores que integram o Quadro Próprio também já estão com a promoção garantida. Por que nós, que somos servidores do Quadro Próprio na Segurança Pública, seguimos sem a certeza dessa promoção pra um terço da nossa categoria? A inclusão é muito simples. Basta um decreto do governador”, argumenta o vice-presidente do SINDARSPEN, José Roberto Neves.

Além dos servidores da capital, ônibus de várias cidades do interior também estão se deslocando para Curitiba.

SERVIÇO

Mobilização dos Policiais Penais
Segunda-feira (30), a partir das 8h.
Em frente ao Palácio Iguaçu.