Sindicato pede informações ao DEPPEN sobre processo de automação nas unidades penais do Paraná



Em 2018, o Sindicato dos Policiais Penais do Paraná (SINDARSPEN)  intermediou junto ao DEPPEN uma visita de técnicos em automação de presídios de São Paulo,  da Secretaria de Administração Penitenciária de (SAP/SP),  para que pudessem fazer uma parceria na implementação de projetos  nas unidades penais no Paraná. Desta visita, resultaram em projetos de automação para as unidades PCE, PFP, PEP, PEPII e CCSJP.

O primeiro passo para efetivação do projeto era dar início ao funcionamento da oficina para automações das unidades penais do Paraná. Recentemente, a diretoria do SINDARSPEN oficiou o DEPPEN solicitando informações sobre quais equipamentos foram adquiridos para as oficinas, se as oficinas estão em andamento e quais unidades já foram automatizadas com base nos projetos apresentados pela equipe técnica de São Paulo.  Na época, a Secretaria Estadual de Segurança Pública do Paraná lançou edital no valor de R$ 340 mil reais, estabelecendo o início de 2019 para começar a efetivar o projeto.

 
 
“É muito importante que este tema tenha mais transparência e divulgação para que os maiores envolvidos, os policiais penais, possam acompanhar e, inclusive, contribuir. A automação de unidades penais é uma bandeira do SINDARSPEN porque permite que os agentes trabalhem de forma mais segura, já que em unidades automatizadas o contato entre os servidores e os presos é bastante reduzido, disse o vice presidente do SINDARSPEN, José Roberto Neves.


Saiba mais sobre o projeto apresentado

A equipe técnica responsável pela automação de unidades penais em São Paulo esteve de 5 a 9/3 de 2018 em Curitiba e apresentaram ao DEPPEN um projeto ao Paraná. O diferencial do projeto e que chamou atenção da diretoria do SINDARSPEN é principalmente que leva em consideração o conhecimento dos agentes que estão no dia a dia das galerias. Outro diferencial do projeto é o baixo custo de manutenção. O modelo paulista exige basicamente uma manutenção preventiva de troca de óleo das portas a cada 30 dias.