Menu

União dos Servidores das Forças de Segurança apoia que a direção geral da Policia Penal seja exercida por Policiais Penais

Manifestação oficial da UFS foi encaminhada ao governador do Paraná para que a PEC estadual da Polícia Penal preveja essa obrigatoriedade
30/03/2021


A União dos Servidores das Forças de Segurança Pública do Paraná (UFS) encaminhou, ontem (29/03), ao governador Carlos Massa Jr. uma manifestação de apoio à luta dos policiais penais do Paraná para que a PEC estadual que vai regulamentar a corporação no estado determine a obrigatoriedade de que o futuro departamento de Polícia Penal seja comandado por um profissional dessa carreira.

O apoio da UFS tem um peso fundamental por se tratar de um fórum que congrega as entidades representativas de policiais do estado, inclusive das carreiras que até hoje estiveram à frente do Departamento Penitenciário, como delegados de Polícia Civil e oficiais da Polícia Militar.

No documento, a UFS ressalta que “a grandeza da gestão de uma instituição está no seu profissionalismo, na práxis de quem vivencia e conhece sua dinâmica”, não sendo possível que ninguém além de um policial penal reúna mais atributos para comandar o órgão governamental voltado para a essa área.

A questão já é consenso entre o SINDARSPEN, a Secretaria de Segurança Pública e o Departamento Penitenciário, no entanto, como ainda há setores do governo se movimentando contra isso, todas as manifestações de apoio fortalecem a causa. Em reunião virtual realizada ontem pelo SINDARSPEN, o vice-diretor do DEPEN, Luiz Silveira, ratificou a posição do órgão em fazer valer o consenso entre trabalhadores, DEPEN e SESP de que cabe aos policiais penais o protagonismo de seu futuro órgão. 

A previsão é de que a PEC estadual seja encaminhada pela Casa Civil para a Assembleia Legislativa ainda nesta semana.

A UFS é composta composta por 11 entidades dos policiais civis, policiais militares, policiais científicos e policiais penais: Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná (SINCLAPOL), Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Paraná (ADEPOL),  Sindicato dos Policiais Penais do Paraná (SINDARSPEN), Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Paraná (ASSOFEPAR), Associação da Vila Militar (AVM), Associação dos Policiais Militares do Litoral (APML), Sindicato dos Peritos Oficiais e Auxiliares do Paraná (SINPOAPAR), Associação de Defesa dos Direitos dos Policiais Militares Ativos Inativos e Pensionistas (AMAI), Clube dos Oficiais da PMPR, Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná  (SIDEPOL) e Sociedade Beneficente dos Subtenentes e Sargentos (SBSS).

 

 

 

 


Tags: PEC estadual da Polícia Penal, regulamentação